segunda-feira, 20 de agosto de 2018

MERUOCA: VIROU POLÊMICA A CONSTRUÇÃO DA ARENINHA QUE VAI SER CONSTRUÍDA NO CAMPO DO CAUCAIA

Virou polêmica a construção da Areninha (campinho de futebol) na cidade de Meruoca.

O vereador Maurício Sanford na sessão da Câmara na quinta-feira (16), havia anunciado que o prefeito Fonteles tinha dado início a construção desta Areninha no campo do time do Caucaia. (Veja a imagem).

Inconformados os jogadores do Caucaia resolveram tampar as valas feitas para o alicerce da obra, não aceitando a construção. Nesta manhã de segunda-feira (20), os jogadores instalaram uma faixa, afirmando que existem outros terrenos onde pode ser construída a Areninha.
Com a palavra o prefeito Fonteles e o secretário de Infraestrutura, Fagner Trajano, para poderem resolver este impasse criado.

Blog Política em Evidência (Marcelo Marques)

IMPOSTO: PREFEITURA DE ALCÂNTARAS NÃO IRÁ COBRAR TAXA DO LIXO

Presidente Manoel Albuquerque fala sobre Projeto do Consórcio do Lixo
Informações foram repassadas pleo Presidente da Câmara Manoel Albuquerque ao site Andarilho da Notícia.

Em entrevista,  o presidente Manoel Albuquerque fala sobre um projeto de lei que tramita na câmara que trata dos resíduos sólidos, inclusive está inserido dentre os 17 municípios, ou seja, o consórcio do lixo. É bom lembrar que todas as câmaras está tramitando este projeto. Existe em Alcântaras conversa com relação a cobrança da taxa de lixo. É bom lembrar que o prefeito Joaquim do Quinca não vai cobrar taxa de lixo, inclusive vamos entrar com projeto de emenda modificativa para tirar este  artigo e os outros vamos discutir más o projeto tem que ser aprovado para que o município não possa perder recursos do ICMS e outros recursos, tanto estadual como federal. 

Com informações Andarilho da Notícia

RÁDIO BELA VISTA FM DE ALCÂNTARAS, COMEMORA ANIVERSÁRIO COM OUTORGA POR MAIS 10 ANOS

Em operação desde o ano de 2005, a Rádio Bela Vista FM completou no inicio de agosto 13 anos em funcionamento em Alcântaras, zona norte do Ceará.

 A emissora que há mais de uma década é o único canal de radio difusão da cidade opera em frequência modulada (FM) e pode ser sintonizada também pela internet. Pertencente a Associação Comunitária São Francisco, a Bela Vista desde sua criação conquistou um grande número de ouvintes de dentro e fora do município e ao longo do tempo relevou grandes nomes da comunicação falada na cidade, como Abel Silva. 

"Eu estou desde o começo da rádio, há treze ano eu trabalho aqui na rádio com essa prestação de serviço. Eu considero a rádio como um patrimônio dos alcantarenses. A rádio leva entretenimento,informação com ética e responsabilidade. Nós só temos a agradecer aos apoios culturais que mantem financeiramente a radio, a associação São Francisco, aos ouvintes, aos internautas e é claro  ao seu Benício que é o mentor disso tudo" comemora o locutor ao reafirmar que até 2028 a outorga de operação está concedida pelo Ministério das Comunicações

Um dos radialistas mais novos da emissora destaca o legado construído pela Bela Vista ao longo de sua fundação "A Rádio Bela Vista chega ao seu 13º aniversário com um legado que deve ser reconhecido por toda comunidade, haja vista que a emissora tem uma programação voltada para a prestação de serviço comunitário e de abertura para a divulgação das coisas que são de interesse da população" disse  Raimundo Marques, que há 20 anos atua como radialista e  que também esteve no Kátia Clube no último sábado(17) durante a comemoração de aniversário da emissora  e que reuniu além de ouvintes e locutores, convidados e os apoiadores da grade de programação da FM.

Post. Francisco Freire (PJ)

quinta-feira, 9 de agosto de 2018

RECORDANDO!

Foto: Década de 2000 (Arquivo VN)
Trecho da antiga Rua Jerônimo Cunha Dourado localizado na área central da cidade de Alcântaras.

"hoje no local, um calçadão se deteriorando que priva a passagens de veículos e pedestres: era o público que tornou-se privado."

BRASIL BATE RECORDE DE MORTES VIOLENTAS EM 2017

Foram 63.880 casos, o equivalente a 175 por dia
Apenas em 2017, o Brasil registrou 63.880 mortes violentas, o maior número de homicídios da história recente do país. Os dados indicam que foram assassinadas 175 pessoas por dia, registrando elevação de 2,9% em comparação a 2016. A taxa é de 30,8 mortes para cada 100 mil habitantes.

Os dados fazem parte do 12º Anuário de Segurança Pública divulgado nesta quinta-feira (9), em São Paulo, durante o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

O Rio Grande do Norte (68) registrou a maior taxa de mortes violentas por 100 mil habitantes, seguido por Acre (63,9) e Ceará (59,1).

As menores taxas estão em São Paulo (10,7), seguida de Santa Catarina (16,5) e Distrito Federal (18,2).

De acordo com o levantamento, o número de homicídios dolosos cresceu 2,1%, ao atingir os 55.900. As lesões corporais seguidas de morte totalizaram 955, com crescimento de 12,3%. Já os latrocínios caíram 8,2% e foram 2.460.

Violência policial
O número de policiais mortos reduziu 4,9%, chegando a 367. Na contramão, o número de pessoas mortas em intervenções policiais registrou aumento de 20%, com 5.144 casos em 2017.

Violência contra a mulher
Os indicadores mostram ainda que os estupros aumentaram 8,4%, chegando a 60.018. Os casos de feminicídio totalizaram 1.133.

Em 2017 foram registrados 221.238 casos de violência doméstica, uma média de 606 por dia. Também houve crescimento no número de mulheres vítimas de homicídio (6,1%), chegando a 4.539.

Armas de fogo
No ano passado, foram apreendidas 119.484 armas de fogo. Dessas, 94,9% não eram cadastradas no sistema da Polícia Federal (Sinarm). Entre as armas legais apreendidas, 13.782 tinham sido perdidas, extraviadas ou roubadas – o que equivale a 11,5% das armas apreendidas no período.

Desaparecimentos
Os dados do estudo contabilizam 82.684 registros de pessoas desaparecidas apenas em 2017.

População carcerária
De acordo com o anuário, a população carcerária brasileira era de 729.463 pessoas em 2016 - 689.947 no sistema penitenciário e 39.516 sob custódia das polícias. O estudo mostra ainda o déficit no sistema prisional que contava com 367.217 vagas, o que resulta em duas pessoas presas para cada vaga.

 Da Agência Brasil

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

AÇUDE JENIPAPO CHEGA ENTRA EM AGOSTO COM VOLUME DE 99.37%

Açude sangrou em maio passado (Foto: Prefeitura de Meruoca)
O maior reservatório de água superficial já construído na Serra da Meruoca chega ao segundo semestre do ano com 0.63% a menos em seu volume total.

O açude que atingiu sua cota máxima no final da primeira quinze de maio passado, começou a "perder" água no final de julho, quando sem chuvas significativas na região teve cota reduzida em 2cm, informava o Portal Hidrológico do Ceará que listou que em 31 de julho um volume de 3.49hm³. 

Responsável por abastecer uma população estimada em 10 mil pessoas, distribuídas entre os municípios de Alcântaras e Meruoca, a captação no Jenipapo é feita por adutoras de montagem rápida, que percorrem até 13Km até chegar a estação de tratamento, onde a água é tratada e distribuída aos usuários pela rede da Cagece como acontece em solo alcantarense. 

Com o bom aporte hídrico, o Jenipapo que faz parte da Bacia Hidrográfica do Acaraú continua entre os 16 açudes em todo o Ceará que estão com volume acima dos 90%destaca o acompanhamento da COGERH, o que deve satisfatoriamente garantir o abastecimento na região serrana pelo menos até o inicio da próxima estação chuvosa.

Post. Francisco Freire (Portal Jovem)

quarta-feira, 25 de julho de 2018

CARTEIRAS DE TRABALHO PODERÃO SER EMITIDAS EM AGÊNCIAS DOS CORREIOS

Acordo com Ministério do Trabalho permitirá que Correios emitam Carteira Profissional
O Ministério do Trabalho e a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos vão firmar, nos próximos dias, acordo de cooperação técnica para emissão da carteira de trabalho e previdência social nas unidades da empresa. Pelo acordo, que foi anunciado nesta segunda-feira (23), o projeto piloto será implantado nos próximos 30 dias no estado de São Paulo.

Segundo o secretário executivo substituto do Ministério do Trabalho, Admilson Moreira, a iniciativa tem o objetivo de descentralizar a emissão da carteira de trabalho manual e informatizada e de levar o serviço para mais perto da população. “O propósito da parceria é oferecer um serviço mais ágil e acessível ao trabalhador”, disse Moreira.

De acordo com o ministério, de janeiro a maio deste ano, foram emitidas mais de 2,3 milhões de carteiras de trabalho no país, das quais 580 mil no estado de São Paulo.

O serviço de emissão de carteiras está disponível nas unidades ligadas ao Ministério do Trabalho e em unidades descentralizadas espalhadas pelo país, por meio de parcerias com estados e municípios. A rede conta com cerca de 2,1 mil postos de atendimento.

Por Camila Boehm –  Agência Brasil 

Lei de proteção

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape É terminantemente proibido copiar os artigos deste blog sem colocar as devidas fontes. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do código penal. Conheça a Lei 9610.

Seguidores