sexta-feira, 27 de agosto de 2010

PESQUISA O POVO/Datafolha: Com horário eleitoral, vantagem de Cid mais que dobra



Pesquisa realizada após primeira semana de propaganda política no rádio e na televisão mostra Cid Gomes ampliando vantagem sobre adversários e fortalecendo as chances de vitória já no primeiro turno

A primeira pesquisa O POVO/Datafolha realizada depois do início do horário eleitoral no rádio e na televisão mostra que o governador Cid Gomes (PSB) se distanciou ainda mais dos adversários. Desde julho, a vantagem de Cid para os outros candidatos mais que dobrou. A diferença, que era de 11 pontos em relação à soma dos demais competidores, agora é de 23 pontos percentuais. A perspectiva de vitória já no primeiro turno, que já era apontada na primeira pesquisa, amplia-se ainda mais. Para vencer já no primeiro turno, um candidato precisa ter mais votos que a soma dos demais concorrentes, ou seja, 50% mais um dos votos válidos.

Cid cresceu seis pontos desde a última pesquisa Datafolha, realizada entre os dias 20 e 23 de julho. Agora, ele chegou a 53% das intenções de voto. Seu adversário mais bem colocado, Lúcio Alcântara (PR), caiu sete pontos, de 26% para 19%. Marcos Cals (PSDB) cresceu dois pontos e tem agora 9%. Desconsiderando votos em branco, nulos e eleitores indecisos, Cid tem 63% dos votos válidos.

A última pesquisa foi realizada nos dias 24 e 25 de agosto, terça e quarta-feira desta semana. Quando os pesquisadores foram às ruas, haviam sido exibidos três dias de horário eleitoral dos candidatos ao Governo. O último dia da pesquisa pegou ainda o quarto dia de propaganda dos candidatos na televisão e no rádio.

Francisco Gonzaga (PSTU) e Marcelo Silva (PV) aparecem, cada um, com 1% das intenções de voto. Os demais candidatos não atingiram 1%. Brancos, nulos e eleitores indecisos somam 6%. Os que não sabem em quem votariam na pesquisa estimulada - isso é, mesmo ao ver o nome dos candidatos em uma lista - são 12%.

Espontânea
O início do horário eleitoral reduziu o número de eleitores indecisos na pesquisa espontânea - a consulta na qual os eleitores dizem em quem pretendem votar antes de ver a lista com o nome dos candidatos. Essa é a pesquisa que mostra o voto mais consolidado.

Os indecisos ainda são maioria, mas caíram significativamente no intervalo de um mês: de 63% para 43%.

Nessa pesquisa, Cid cresceu de 18% para 34%. Lúcio passou de 8% para 9%. Marcos Cals viu suas intenções de voto espontâneas dobrarem: 3% para 6%.

Outros números do Jornal o Povo clique AQUI

Um comentário:

  1. Queremos parabenizar a você pelo blog e convidá-lo a visitar o nosso Cordelirando e ler um cordel sobre a Lei Ficha Limpa.
    Neste cordel, Salete Maria nos informa, de maneira clara, porém simples, a respeito deste assunto tão importante, principalmente nos dias de hoje!
    Abraço fraterno,
    Equipe Cordelirando

    ResponderExcluir

Lei de proteção

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape É terminantemente proibido copiar os artigos deste blog sem colocar as devidas fontes. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do código penal. Conheça a Lei 9610.

Seguidores